17 anos que você morreu, Edu. Você vive em mim!

A luz que ilumina
A esperança que dá alento
A casinha que não construímos, na beira do mar que não mergulhamos
Existe aqui
No fundo da minha memória sonhadora
A nossa viagem linda, acontece aqui
Nossos planos,
Brilham no planalto central
Nossas montanhas devidamente caminhadas
Nossas cachoeiras submergidas em amor pleno
Nunca sairão de minhas entranhas
De minhas vísceras
De minhas células
Você vive em mim
E eu brindo ao nosso existir,
Em chama, em luz.
Ilumina, meu beija-flor,
Ilumina.

alt=”20140723-115341-42821066.jpg” class=”alignnone size-full” />

20140723-115525-42925621.jpg

http://youtu.be/iyqfj-5TluM Ilumina

20140723-131809-47889924.jpg

20140723-131934-47974635.jpg

20140723-134841-49721728.jpg

Anúncios

Sobre adrianathomaz

Na vida: autenticidade e coerência íntima, amor, muito amor, fé e fotografia! Educação para a morte e o morrer. Terapia do Luto, Dor e Medicina Paliativa.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

2 respostas para 17 anos que você morreu, Edu. Você vive em mim!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s