Fim de ano, dias de renovação – é sempre possivel?

Com o final do ano as propostas e cobranças por uma “energia de renovação” são quase insistentes. Pessoas amigas, parentes próximos, muitas vezes nós mesmos nos pegamos internamente numa busca incessante pela tal “mudança”. A questão é que nem sempre, durante o luto, a nossa emoção acompanha o calendário festivo. Especialmente nas datas que exigem a tal “alegria renovadora” e a “energia transformadora”, acompanhadas é claro por inúmeros, brilhantes, iluminados e coloridos Fogos de Artifício!!! Olha, às vezes, não dá. Simplesmente não dá. Está tudo brilhando lá fora e aqui dentro… nada.
Um sorriso amarelo estampado no rosto, se existem outros filhos, ou se a força motriz é muito grande, ou ainda se a vontade de “melhorar” é maior ainda. Mas às vezes não dá mesmo. E aí, queridos leitores, minha sugestão é: respeitem seus processos de enlutamento, sem ferir ou agredir seus companheiros e parentes. Agradeçam de coração os convites para as festividades e façam apenas o que de comum acordo com a família nuclear, vocês puderem e conseguirem fazer. Não há regras aqui. No luto não há o que vá melhorar ou piorar. Há sim, o que vai melhor ou piorar VOCÊ. É você que deve saber como pode e deseja passar seu “Ano Novo”. Pense com calma numa forma de exprimir seu amor ao seu querido que morreu, em forma de algum ritual simples. Não tente fazer com que esse dia seja “um dia qualquer”, por mais que dentro de você não haja “alegrias e energias renovadoras”. Esse não é um dia qualquer. Faça algo especial com, para e por seu ente querido. Uma flor, um passeio até o mar, o verde, uma comida especial, um lugar especial, uma cerimônia espiritual, todas essas são formas de “ritualizar” as datas especiais. Não precisa ser “estourando um champanhe na beira da praia de Copacabana”… mas precisa ser algo significativo para você.

Desejo que o Desejo de Mudança e Renovação que está no inconsciente coletivo, no Plano, no Céu, em Deus, no Amor Maior, ou apenas no Ar, ainda que nem todos possamos “acessar” te banhe nesta noite e te sirva de alguma nutrição para o vazio que você possa estar sentindo se, de alguma forma, se identificou com as palavras acima descritas,

Com muito amor,

Adriana

Anúncios

Sobre adrianathomaz

Na vida: autenticidade e coerência íntima, amor, muito amor, fé e fotografia! Educação para a morte e o morrer. Terapia do Luto, Dor e Medicina Paliativa.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s